Posted on

como fazer um post ou tuturial sobre artesanato?

como fazer um post

Image Credits: Pixabay.

como fazer um post?

uma das formas de rentabilizar a profissão de artesão no dias que correm pode ser através da realização de tuturiais sobre as peças que se produzem. Saber como fazer um post sobre artesanato prende-se muito com a realização das peças em si

imagem de destaque by JESHOOTS.COM (unsplash.com)

por isso é bom para quem quer ter um blog saber alguma coisa de início sobre o assunto de que se está a trabalhar . Saber fazer qualquer trabalho de artesanato é saber como fazer um post ou um vídeo sobre esse trabalhao. É meio caminho andado para escrever posts, tuturiais ou fazer vídeos sobre as peças que de antemão já sabemos como fazê-las

fazer um post ou vídeo sobre como fazer determinada peça é um processo natural, decorrente da experiência que já se tem anteriormente

no caso deste post aqui falo sobre como fazer galos de Barcelos decorados com pintura abstracta

este post não está completo visto que não estou a falar do passo a passo de como criei a estatueta do galo, nem como decorei com a técnica de pintura abstracta chamada action painting, de certa forma criada por Jackson Pollok

o objectivo deste post é falar sobre como fazer um post e não sobre como fazer um galo de Barcelos pintado à mão

como fazer um post sobre estatuetas de galos de Barcelos

já fazer o post sobre a forma como produzi o galo é outro assunto

no caso do galo de Barcelos posso fazer o post de várias formas:

  1. fazer o passo a passo
  2. falar sobre um aspecto em particular do passo a passo

como fazer um post do tipo passo a passo

nesse caso podia começar desde o início. Começar sobre a forma como criei a estatueta com argila. Falar sobre como criei o molde antes da estatueta. Ir tirando fotos do processo

no final podemos juntar todas as fotos e texto e construir o passo a passo. P ex: 1) criar o molde; 2) criar a estatueta com argila; 3) dar uma primeira de mão com uma cor única; 4) pintar com a técnica action painting; 5) envernizar

fazer um post falando sobre um aspecto em particular do passo a passo

neste caso aqui podia deter-me a falar sobre o processo de produção do molde. Ou sobre a técnica de pintura action painting, ou qualquer outro aspecto em particular do processo

todas estas formas são legítimas para se fazer um post sobre uma peça de artesanato

falando sobre como ter ideias para postar ou fazer vídeos dêem uma olhada aqui neste post sobre mapas mentais que são uma óptima forma de conseguir ideias para trabalhar

obrigado pela visita! Espero ter ajudado! Qualquer assunto ou sugestão deixa um comentário. Se este post foi útil partilha nas redes sociais! Obrigado

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on

em que medida a tecnologia nos é imposta nos nossos dias

em que medida a tecnologia nos é imposta

Image Credits: Alexandre Debiève – unsplash.com.

em que medida a tecnologia nos é imposta

para responder a esta questão “em que medida a tecnologia nos é imposta” devemos ter em conta se queremos ou não acompanhar as novas tendências tanto de socialização como de comércio. Se queremos acompanhar e ter sucesso com as novas tecnologias da informação (TI), não podemos deixar de estar conectados da melhor forma possível

por muito que gostemos ou não de tecnologia, ao nos auto-excluirmos do mundo da informação, das redes sociais ou da internet, corremos o risco de nos auto-excluirmos também da vida do dia a dia em sociedade, tal como ela em boa parte nos é imposta hoje em dia

principalmente ao nível das empresas nomeadamente do comércio, as ferramentas informáticas tornaram-se imprescindíveis para podermos fazer face à concorrência, que quer queiramos ou não, entram na competição pelo “tempo de antena” e pela visibilidade e publicidade on-line

para que um negócio tenha sucesso, nos dias que correm, é muito positivo acompanhar de uma forma efectiva as técnologias da informação, e nesse sentido, é muito útil saber em que medida a tecnologia nos é imposta, como nos adaptarmos aos novos tempos

desde os pequenos negócios e lojas de rua, até às grandes empresas, todo o tipo de negócio tem de se manter ligado e atualizado informaticamente se quer ter mais sucesso, ou mesmo se não quer ser deixado para trás irremediavelmente

deste modo a tecnologia é-nos imposta até certo ponto, pela sociedade em geral, que se vai conectando aos poucos, e cada vez mais

porquê ter computadores, telemóveis e software atualizados?

se não nos esforçarmos por ter os computadores ou os smartphones o mais atualizados possível, vamos ter problemas em manter uma boa conexão. Sem dúvida são os melhores computadores, telemóveis e software mais atualizado, que consegue de uma forma mais eficiente ganhar a vantagem na competição pela visibilidade. O que vai permitir às empresas acompanhar a evolução contínua da internet, é o conhecimento sobre como atingir as audiências certas.

a SEO (search engine optimization / [pt] optimização dos motores de busca), é em boa parte a área do conhecimento informático que permite criar uma vantagem; bem como as redes sociais são formas de se ganhar público, clientes, audiências, etc.. Saber como gerir uma página do facebook, do twitter ou outras redes sociais é outra das áreas que uma empresa, um pequeno negócio ou um artista p ex. deve explorar

como utilizar o facebook ads, o Google ads, ou twitter para negócios, só para dar alguns exemplos. Ter os conhecimentos e a “destreza informática” para se poder utilizar estes recursos de uma forma eficiente é sem dúvida uma vantagem para um técnico de martketing digital numa empresa, p. ex.

não obstante, para que se possam utilizar estes mecanismos e ferramentas de uma forma eficaz, o software e o hardware devem acompanhar a evolução.

em que medida a tecnologia nos é imposta
Photo by ThisIsEngineering on Pexels.com

de resto certos computadores e navegadores mais antigos não abrem determinadas páginas. Determinados programas e sites de certo o tipo só podem ser acompanhados de uma forma total pelos programas atualizados do windows 10 ou 11. Ou seja, o internauta com sistemas operativos menos atuais, perde competitividade

desta forma é sempre bom para um internauta conhecer quais os constrangimentos do sistema, ou seja saber em que medida a tecnologia nos é imposta, para poder ultrapassar esses constrangimentos e tirar partido desse conhecimento

e aqui está o dinheiro a entrar na equação. Quem não quiser ou não puder investir em máquinas e software atualizados, vai perdendo pontos, deixa essa vantagem para outros

é obvio que tudo isto é muito relativo. Há muitas empresas que não têm sequer presença online e continuam a fazer o seu negócio sem que nada aconteça. Mas é certo também que a internet continua a expandir-se. O seu poder vai aumentando. Pode acontecer que um dia nenhuma empresa sobreviva se não estiver ligada à rede

desta forma é sempre bom ir acompanhando este processo, ir tomando conhecimento e vendo em que media a tecnologia nos é imposta nos nossos tempos

ou seja, para termos uma boa conexão com os clientes, ou mesmo com a família ou com os colegas de trabalho, até certo ponto é-nos imposto ter as máquinas, o software e as apps o mais atualizados possível

para termos apps e software atualizado temos de adquirir os computadores e smartphones o mais atualizados possível também

post relacionado: como escolher um bom smartphone

artigo da wikipedia sobre o impacto da tecnologias da informação

resumindo – em que medida a tecnologia nos é imposta

nos dias que correm procuramos um restaurante por perto, no google no smartphone; procuramos pela papelaria que está aberta àquela hora naquela zona da cidade em que estamos

imaginemos o turista que visita a o centro histórico de uma vila ou cidade e que procura no google maps pelo hotel ou pensão mais próxima e com as melhores condições. Só os hotéis e pensões que registaram estes dados de forma correta no website ou na página social, se encontram em condições de ser visitados por este turista

deste modo, quase todo e qualquer negócio tem muitas vantagens em entender em que medida a tecnologia nos é imposta e adaptar a sua tecnologia às condições de mercado do seu nicho e sector de actividade

obrigado pela visita! Espero ter ajudado! Qualquer assunto ou sugestão deixa um comentário. Se este post foi útil partilha nas redes sociais! Obrigado

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on

como escolher um bom smartphone [4 aspectos importantes]

como escolher um bom smartphone

Image Credits: Rodion Kutsaev – unsplash.com.

como escolher um bom smartphone: existem uma série de características a ter em conta quando queremos comprar um novo smartphone: o ecrã, a camera, a bateria etc.. neste post falamos de 4 aspectos relativos à performance do aparelho: o preço, a capacidade do disco, a memória RAM e o sistema operativo

FOTO DE DESTAQUE: Photo by Rodion Kutsaev [unsplash.com]

o preço

o preço é como sempre, aquele ponto que nos restringe leque de escolhas.  Se quiséssemos escolher um smartphone sem olhar ao preço, então podíamos optar por marcas como os iPhones da Apple ou a linha Galaxy S da Samsung, que têm aparelhos de topo de gama e de preço elevado mas também com qualidade elevada. No entanto para carteiras médias podemos falar de marcas como a Xiaumi ou Redmi

a capacidade do disco

sem falar das marcas mais caras, se quisermos saber como escolher um bom smartphone de gama média podemos escolher marcas  como a Xiaomi ou Redmi

estas marcas e aparelhos têm por vezes smartphones a rondar valores entre os 100 e os 200€, já com capacidade de disco por volta dos 32 a 64 GB e com RAM entre 2, 3 ou até 6 GB que tornam os aparelhos rápidos e com boa capacidade de armazenamento

a memória RAM [como escolher um bom smartphone]

a memória RAM é a memória que permite que as operações sejam rápidas.  Quanto maior a memória RAM maior o número de aplicações que podemos ter a funcionar ao mesmo tempo. Para saber como escolher um bom smartphone é preciso ter pelo menos 1,5 ou 2 Gb de RAM. Muitos smartphones de gama média têm RAMs a rondar os 2 a 3 Gb. Para saber mais em pormenor o que é a memória RAM podemos consultar p ex a página da wikipédia sobre este assunto

o sistema operativo

não devemos escolher um smartphone sem pensar nesta característica.  Na maioria dos casos os smartphones tem o sistema operativo Android.  Actualmente a última versão que saiu deste sistema operativo foi o Android 11, lançado em 2020.  No entanto muitos smartphones que existem actualmente no mercado são vendidos com o Android 8, 9 ou 10 e até versões mais antigas

se queremos ter um smartphone actualizado para poder instalar as aplicações mais recentes devemos escolher o Android, também o mais recente possível, de preferência a última versão que saiu, que neste momento é o Android 11. Desta forma vamos poder ter durante bastante tempo aplicações compatíveis, e estar sempre actualizados no que diz respeito a apps e software

em suma – como escolher um bom smartphone

existem outras características para além desta 4 que temos neste post. Há a questão do ecrã, da capacidade da bateria, o processador ou outras

no entanto se tivermos uma boa capacidade de disco e uma boa memória RAM podemos ter um smartphone com uma grande quantidade de aplicações instaladas e conseguir uma boa velocidade de funcionamento do Smartphone propriamente dito

no entanto existem uma série de outras características importantes, não é tarefa fácil saber como escolher um bom smartphone. Inegavelmente depende muito da finalidade que queremos dar ao nosso telemóvel. Se for para ter boas fotos devemos ter em conta os Mpx da câmera; se queremos autonomia devemos pensar na bateria,etc..

excluindo os aparelhos de topo de gama, podemos escolher marcas como a Xiaomi ou Redmi ou p ex. aparelhos Galaxy da séria A da Samsung, que nos permitem ter tanto uma boa capacidade de disco como uma boa memória RAM a preços médios

se quisermos saber como escolher um bom smartphone devemos ter em atenção a escolha de um sistema operativo recente, nomeadamente o Android 10 ou 11, o que nos vai permitir ter aplicações compatíveis com o nosso smartphone durante um período prolongado de tempo

post relacionado: em que medida a tecnologia nos é imposta

obrigado pela visita! Espero ter ajudado! Qualquer assunto ou sugestão deixa um comentário. Se este post foi útil partilha nas redes sociais! Obrigado

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on

a técnica SEO será sempre o mais importante para escrever um post?

técnica seo

o que é a técnica SEO?

a SEO – Searche Engine Optimization ([pt] Optimização para os Motores de Busca) tal como o nome indica é um conjunto de regras que nos permitem melhorar o desempenho de um texto, blog, site, etc… no que respeita à sua visibilidade nos motores de pesquisa como o Google

leitura alternativa: o conteúdo é rei – 4 dicas sobre SEO / Otimização para motores de busca (wikipedia)

a técnica SEO nem sempre é a mais importante para escrever um post

por vezes é bom trabalhar as ideias à medida que vão surgindo. Isso pode ser muito produtivo. Deixar que sejam as próprias ideias a sugerir o caminho por vezes é muito mais natural. É por isso que a técnica SEO nem sempre é aquilo com que nos devemos preocupar em primeiro lugar

é evidente que também é muito importante ter boas palavras-chave e saber desde o início que este ou aquele post vão atingir um público numeroso, mas corremos o risco de bloquear a criatividade porque a técnica SEO vai obrigar-nos a estudar algo novo, que nos é imposto, e não nos deixa seguir o fluxo de conhecimentos que já temos desde o início

como num puzzle o ideal é encaixar todas as peças (SEO e conteúdo) o mais rápido possível

não devemos desistir dos fragmentos de ideias que surgem isolados. Por vezes ao começar um puzzle não interessa muito se começamos no centro no canto superior esquerdo ou no direito. Todas as peças vão ser necessárias de qualquer forma

não devemos parar num processo de escrita. Se estivermos sempre a parar por qualquer razão, seja a SEO ou outra, não nos vamos conseguir focar no fluxo dos pensamentos, naquilo que de facto queremos dizer

então ao surgir uma ou duas peças se encaixam, devemos desde logo encaixá-las, devemos trabalhar o pequeno fragmento, do todo que queremos alcançar

seguindo este raciocínio, muitas vezes as técnicas SEO não são as primeiras com que devemos preocupar-nos.   Evidentemente muitos especialistas encontram na SEO uma forma de alcançar o público muito eficientemente, porque ao saber desde logo qual é o valor nas pesquisas, a capacidade de alcançar visitantes de uma palavra-chave ou de uma frase chave, dão desde logo uma grande das possibilidade de sucesso

obviamente a técnica SEO pode ser aplicada no final, ou no desenrolar do texto que se está a desenvolver. No entanto por vezes é melhor mesmo ir naturalmente escrevendo o texto. Retirando entraves e bloqueios que surgem quando estamos a pensar exclusivamente na SEO

obrigado pela visita! Espero ter ajudado! Qualquer assunto ou sugestão deixa um comentário. Se este post foi útil partilha nas redes sociais! Obrigado

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on 3 Comments

decoração abstrata de frascos com swirling em 4 etapas

decoração abstrata de frascos

como fazer decoração abstrata de frascos de plástico

não há muito a dizer sobre como fazer decoração abstrata de frascos com swirling. O swirling é uma técnica relativamente simples de realizar. Fazer decoração abstrata de frascos com a técnica swirling pode ser uma ótima forma de decoração e ao mesmo tempo podemos reciclar frascos que já não teriam utilidade

são necessárias apenas três coisas para realizar esta operação:

1 – o próprio objecto a decorar

2 – tinta de esmalte

3 – um recipiente com água

a única técnica mais importante que é necessária é a própria prática

com efeito é natural que nas primeiras tentativas, os objectos fiquem menos bem

no entanto com o tempo vamos conhecendo melhor as “manhas” do processo

p. ex. a tinta de esmalte não deve ser muito velha, no entanto qualquer tipo de esmalte funciona

por outro lado com a prática percebemos melhor qual é a quantidade de tinta que devemos usar, qual o tamanho do recipiente; ganhamos prática a limpar a superfície da água para que esta não contamine o objecto a decorar no momento de retirá-lo da água

decoração abstrata de frascos em 4 etapas

1 – encher um recipiente com água

2 – verter tinta na superfície da água

3 – mergulhar o objecto na água

4 – retirar o objecto da água

1 – ENCHER UM RECIPIENTE COM ÁGUA

neste caso usei um balde para ter profundidade suficiente para mergulhar o frasco

antes de encher o balde com água envolvi o interior com um saco de plástico para não ficar sujo de tinta

2 – VERTER TINTA DE ESMALTE NA SUPERFÍCIE DA ÁGUA

como referi no início qualquer tinta de esmalte funciona. No entanto no caso deste vídeo utilizei tinta de spray (que se pode comprar em supermercados) que me parece uma boa tinta e que flutua bem na superfície da água

conteúdo relacionado:

como fazer uma mandala

como criar um blog de artesanato

3 – MERGULHAR O FRASCO NA ÁGUA

depois de termos espalhado a tinta na superfície podemos misturá-la com um palito, uma caneta velha ou qualquer outro objecto deste formato

deste modo o desenho das tintas adquire um marmorado típico da pintura swirl

no entanto podemos neste ponto, dar asas à imaginação e misturar as tintas de acordo com o que a nossa criatividade nos disser

o melhor mesmo é assistir ao vídeo no final do post

4 – RETIRAR O FRASCO DA ÁGUA

neste passo é importante limpar (retirar) a tinta de uma boa parte da água de modo a podermos retirar o objecto sem a contaminação da tinta da superfície

vídeo com todo o processo:

obrigado pela visita! Espero ter ajudado! Qualquer assunto ou sugestão deixa um comentário. Se este post foi útil partilha nas redes sociais! Obrigado

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..