Posted on Leave a comment

4 razões para utilizar o WordPress em prejuízo de outras plataformas

razões para utilizar o WordPress

Image Credits: Markus Winkler – Pexels.

4 razões para utilizar o WordPress

há muitas e boas razões para utilizar o WordPress, no entanto para não sermos exaustívos neste post, vamos abordar aqui 4 aspectos fundamentais

de facto podíamos elencar aqui outras plataformas do mesmo género como o Joomla, Drupal ou outras, que têm também as suas particularidades e aspectos positivos

no entanto o facto de sabermos que 30% de todos os sites na internet são feitos através da plataforma WordPress; este dado é uma das grandes razões para utilizar o WordPress em prejuízo de outras

1 – é fácil de usar

qualquer pessoa pode usar o WordPress. Mesmo a um nível mais complexo. Na realidade a grande quantidade existente de plugins para WordPress permite-nos acrescentar muitas funcionalidades, sem ter de escrever uma linha de código

2 – é grátis

grátis numa primeira fase. Ou seja, há sempre as despesa de alojamento (web hosting) e de domínio (morada de internet). No entanto a plataforma em si é grátis e open source. Ou seja, no fundo é desenvolvida por toda a comunidade e para toda a comunidade

é possível criar um blog WordPress completamente grátis também a partir da plataforma wordpress.com, no entanto a versão wordpress dot com, que à partida é completamente grátis, facilmente fica mais cara se adicionar-mos algumas funcionalidades, as quais, estas sim, podem ser completamente grátis na versão de que falamos neste post, a versão wordpress.org

diferenças e semelhanças entre a versão wordpress.com vs wordpress.org

3 – amigável SEO

se existem plugins gratuitos para todo o tipo de funcionalidades, existem também para se poder desenvolver a SEO (Search Engine Optimization / [pt] Optimização para Motores de Busca). Este aspecto representa uma grande vantagem

4 – personalizável

também aqui existem milhares e milhares de templates de WordPress prontos a usar. Customizados para todo o tipo de blogs e empresas de várias áreas, saúde, desporto, comércio dos mais variados tipos, etc

personalizáveis e com plugins próprios para lojas on-line (WooCommerce), blogs, web sites etc..

temos também templates e temas desde os completamente grátis e mais simples, até aos mais caros, passando pelos preços moderados e já com uma grande sofisticação no que toca ao design

resumindo – 4 razões para utilizar o WordPress

são muitas as razões e vantagens em usar o WordPress, podíamos elencar aqui a enorme comunidade de desenvolvedores, os aspectos de segurança, as actualizações permanentes do CMS, temas e plugins

obrigado pela visita! Espero ter ajudado! Qualquer assunto ou sugestão deixa um comentário. Se este post foi útil partilha nas redes sociais! Obrigado

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on

o que é o WordPress e suas vantagens de uso

o que é o wordpress

Image Credits: Markus Winkler – unsplash.com.

o que é o wordpress?

o wordpress é uma das plataformas mais usadas na internet para fazer: blogs, lojas, portais, ou outro tipo de sites e aplicações

actualmente estima-se que 30% de todos os sites são feitos a partir desta framework

mais precisamente o WordPress é um CMS (Custom Management System / [pt] Sistema de Gestão de Conteúdos) ou seja na sua instalação (ou no registo na wordpress.com) proporciona uma zona de administração do blog que permite ao administrador criar posts, editar fotos ou colocar os produtos em uma loja on-line p ex

o que é o wordpress
artigos na zona de administração

neste post vamos falar de alguns tópicos importantes neste tema como sejam saber o que é o WordPress e para que serve; o que é WordPress e como funciona; ou qual é a vantagem de ter uma grande comunidade de desenvolvedores que o suportam

o que é o WordPress e para que serve

basicamente o WordPress começou por ser uma plataforma apenas para blogues, no entanto, devido a uma comunidade muito numerosa e activa, o software começou a desenvolver-se e desta forma, hoje em dia é uma plataforma multifuncional

serve para praticamente todo o tipo de sites que vemos pela internet, uma loja, um blog, uma app, etc..

wordpress.org ou wordpress.com – qual o sistema mais económico?

é preciso distinguir estas duas versões do WordPress. Por um lado o wordpress.com permite com apenas o registo no site: wordpress.com aceder ao blog pré-instalado e pode-se começar desde logo a publicar de forma grátis

no entanto as grandes vantagens que nos referimos neste artigo têm a ver mais com a wordprress.org , a versão de auto-instalação. Nesta instalação é-nos permitido de forma quase gratuita ou mesmo completamente grátis, ter um blog profissional, com todas as funcionalidades que pretendemos

não quero dizer que no caso do wordpress.com estas funcionalidades não existam. Os plugins também existem, no entanto, a partir de um certo nível, a instalação de plugins e outros benefícios são pagos. O que já não acontece necessariamente com o wordpress.org

ou seja se queremos ter um blog de nível um pouco mais avançado corremos o risco de gastar algum, ou muito dinheiro através do wordpress.com

sob este ponto de vista é-nos muito útil conhecer bem e saber o que é o WordPress. Isso pode ajudar-nos a poupar bastante

o que é o WordPress e como funciona

basicamente o modo de funcionamento prende-se com a inclusão de plugins que ampliam (em muito) as funcionalidades do pacote base

o que é o wordpress
plugins na zona de administração do WordPress

algumas das razões para a popularidade crescente do WordPress incluem a facilidade, simplicidade, e ampla gama de funcionalidades que oferece através dos plugins

pelo facto de existirem milhares de plugins para WordPress, devido à sua numerosa comunidade de desenvolvedores, é muito mais fácil encontrar aquele plugin especial que precisamos, aquela funcionalidade que pode ser fulcral no nosso blog

noutros CMSs semelhantes como o Joomla ou o Drupal, como é obvio as comunidades de desenvolvedores também existem. No entanto como são muito menos numerosas, não se pode comparar a quantidade de opções, plugins e funcionalidades com a que conseguimos com o WordPress

deste modo, porque não conhecer melhor e saber o que é o WordPress, ou até mesmo aprender a instalá-lo de raiz. Pelo menos iremos ter sempre suporte técnico

SEO [Search Engine Optimization]

conhecendo como funciona e sabendo o que é o WordPress podemos também melhorar a SEO (Search Engine Optimization / [pt] Optimização para Motores de Busca) das nossas publicações

a SEO é um aspecto fundamental na NET. Com este CMS podemos facilmente adicionar plugins como o YoastSEO, ou o Rank Math que ao serem instalados, automaticamente abrem campos específicos para inserirmos as palavras-chave e outros metadados. Desta forma capacitarmos as nossas publicações de modo a ficarem melhor posicionadas nas pesquisas como as do google

o que é o wordpress
campo de inserção de palavras-chave do plugin Rank Math

como trabalhar a SEO do WordPress com o YoastSEO:

vídeo sobre SEO On Page no WordPress com o plugin Yoast SEO

integração com as redes sociais

uma das vantagens de utilização de CMSs como o WordPress prende-se com a facilidade com que se podem integrar plugins de partilha

ao criar-mos um post podemos activar o plugin e pedir aos visitantes para partilhar nas redes sociais como o facebook, twitter ou outras

como vemos, saber o que é o WordPress e conhecer as suas capacidades pode dar-nos grande margem de manobra

3 grandes plugins para partilha e integração com as redes sociais são: Social Warfare , Ultimate Social Media e sharethis

open source e comunidade de desenvolvedores

por muitas vantagens que este CMS tenha e a que já nos referimos nos parágrafos anteriores, não podemos deixar de referir a comunidade de desenvolvedores como uma das grandes vantagens do wordpress.org

o sistema permite a evolução pelo facto de ter código aberto a toda a comunidade. Todos os desenvolvedores web e programadores podem ler o código, utilizá-lo e contribuir com melhorias

desta forma, sendo grátis e de código livre permite contribuições em grande escala

sabendo o que é o WordPress e conhecendo a comunidade, dificilmente teremos uma dúvida de código ou de outro género que não seja respondida num dos inúmeros fóruns, sites, e blogues relacionados com o assunto

resumindo

o WordPress desta forma é talvez o CMS mais recomendável. Por todas as razões enumeradas anteriormente

não deixam de existir outros CMSs do mesmo estilo como o Joomla ou o Drupal que são sistemas semelhantes e também têm as suas vantagens. No entanto não têm as mesmas potencialidades. Sabendo o que é o WordPress e como funciona não temos dúvidas que é a melhor escolha. Não é por acaso que o WordPress é a framework mais utilizada na NET suportando 30% de todos os sites existentes e represendado mais de metade dos CMSs

gráfico com as percentagens dos CMSs mais importantes

obrigado pela visita! Espero ter ajudado! Qualquer assunto ou sugestão deixa um comentário. Se este post foi útil partilha nas redes sociais! Obrigado

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on 3 Comments

WordPress dot com vs dot org

WordPress dot com vs dot org

WordPress dot com vs dot org – diferenças e semelhanças

uma das questões que nos colocamos quando queremos dar início a um blog ou site é: qual a melhor plataforma a utilizar? Dois dos CMSs (Custom Management System / PT: Sistema de Gestão de Conteúdo) que saltam à vista quando começamos a pesquisar são entre outros. o wordpress.com e o wordpress.org – WordPress dot com vs dot org – qual o que se adequa melhor ao nosso projecto

algumas plataformas mais conhecidas

seguidamente elaboramos uma pequena lista de plataformas e empresas de serviços de internet, as quais preenchem os principais requisitos de um Blogger ou proprietário de site: alojamento web; CMS e domínio ou morada de internet. Embora este artigo seja sobre WordPress dot com vs dot org , há outras opções a ter em consideração

estas são, só para dar o exemplo de algumas, plataformas que se destacam na nossa pesquisa. No entanto o crivo vai apertando à medida que vemos a popularidade de vários sistemas. O CMS de código aberto wordpress.org lídera a lista com mais de 30% do total de todos os sites e blogs na internet

em segundo lugar aparece o Blogger ou Blogspot , a empresa de blogs da Google, serviço gratuito e igualmente muito completo

ao equacionar-mos as várias plataformas e frameworks, teremos de colocar nos pratos da balança a versão wordpress.com , como o nome indica é um CMS da mesma empresa da versão dot org, a automatic. Tem também uma série de vantagens no entanto não é tão popular como esta última

diferenças e semelhanças – WordPress dot com vs dot org

no caso do WordPress, CMS detido pela Automatic, é ele próprio um CMS que se subdivide em dois ramos principais: wordpress.com e wordpress.org

WordPress dot com vs dot org: o primeiro é uma plataforma para bloggers com um CMS muito parecido com o da versão dot org. Tem a vantagem de já estar pré-instalado sendo apenas necessário o resgisto com o e-mail. Para tal basta proceder ao registo neste domínio: wordpress.com

podemos usufruir de uma série de serviços grátis: alojamento web subdomínio e algumas funcionalidades grátis como as estatísticas, o acesso a fotos, etc..

relativamente ao wordpress.org , este último é o site de suporte ao CMS de download grátis e de código aberto. Para além do mais inclui grupos de discussão da comunidade de desenvolvedores o que é uma das grandes vantagens deste sistema. A comunidade do wordpress.org é tão expressiva que não faltam plugins, posts, grupos de discussão, etc.. É talvez a maior vantagem da utilização deste CMS. Encontramos todo o tipo de plugins. Há sempre um tuturial que nos vai ajudar a resolver qualquer questão que se coloque

como é natural os dois sistemas têm prós e contras. Decidir qual deles é o melhor para o nosso projecto tem muito a ver com o tipo de blog ou site que queremos por em prática

qual é o propósito do blog? – WordPress dot com vs dot org

se quisermos ter apenas um blog sem grande complexidade de extras. O nosso objectivo é apenas criar um blog para escrevermos alguns artigos e postar algumas fotos; não se trata de uma loja ou um portal p. ex. mais complexos e que podem ter mais tráfego.

Nesse caso a plataforma disponibilizada pelo wordpress.com é uma boa hipótese. É grátis, inclui sub-domínio, não é ilimitado mas tem um limite bastante alargado de espaço de alojamento. Para além disso tem um conjunto de funcionalidades grátis, nomeadamente para a segurança do blog ou outras relativas a estatísticas, etc.. A comunidade de bloggers como já referimos é também uma grande vantagem aqui neste sistema dot com

uma vantagem ainda do wordpress.com é o facto de poder ser utilizada gratuitamente no início de um projecto. Caso esse projecto cresça e seja necessário. No futuro podemos transferir o blog para a versão dot org mais profissional, com alguma facilidade. Ou então requisitar os serviços do próprio wordpress.com para fazê-lo por nós

no entanto a versão dot org , igualmente gratuita até certo ponto, permite muito mais liberdade em muitos aspectos. Esta plataforma dá ao utilizador mesmo com pouco ou nenhum conhecimento de código, a possibilidade de manobrar sites com grande complexidade e tráfego.

esta última versão é mais indicada para produzir uma loja, um portal um sistema de pesquisa etc. Sistemas complexos e pesados como estes podem ser instalados e mantidos com um pequeno investimento monetário. E mesmo não será sempre necessário requisitar os serviços de um programador ou designer. No entanto muitas vezes pode ser necessário ter conhecimentos de código. Isso depende do grau de complexidade do blog que estamos a desenvolver  

–> 7 diferenças entre a versão dot org e dot com

wordpress.orgwordpress.com
1sem limite de instalação de extras e pluginslimitado a algumas funcionalidades grátis mas importantes
2sem limite na escolha de templateslimitada a menos templates
3alojamento pago (se profissional)alojamento grátis
4algumas empresas têm instalação em 1 clickCMS pré-instalado
5convém saber algum códigonão é necessário saber código
6muito rápido em servidores propode causar lentidão com um elevado nº de artigos
7têm de instalar plugins de segurança e backup dos dadossegurança e backups grátis

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on 2 Comments

Tenho de Saber Programar para Trabalhar com o WordPress ?

Tenho de Saber Programar para Trabalhar com o WordPress

tenho de saber programar para trabalhar com o WordPress ou basta registar-me no wordpress.com?

a resposta curta esta pergunta é não! não é preciso saber código para trabalhar com o WordPress ; no entanto ajuda muito!

esta questão é como o dinheiro, não traz felicidade mas como todos sabemos ajuda muito né..

ou seja a resposta longa à mesma pergunta pode colocar-se desta forma: por exemplo, se tivermos alguma prática com código e configurações, podemos instalar o WordPress (da versão wordpress.org) num alojamento web próprio. Ou seja a famosa instalação manual do WP. O que nos dá muito mais liberdade de desenvolvimento a um preço muito menor. Basta p. ex. pensar no caso do pagamento de plugins na versão dot com do WP (wordpress.com)

se compararmos o WP de auto instalação com WP do wordpress.com , já pré-instalado e com alojamento grátis; veremos que temos algumas boas vantagens em proceder a uma auto-instalação: por exemplo esta última a que nos referimos (auto-instalação) permite a utilização de plugins gratuitamente como referimos acima, para além de muitas outras vantagens: temos uma muito maior variedade de templates à nossa disposição; pagos ou gratuitos, como maior ou menor grau de complexidade e de liberdade de uso. Não tenho de saber programar para trabalhar com o WordPress , no entanto posso por exemplo construir um template de raiz, ou instalar um blank theme e criar um design próprio desde o início se o souber

inegavelmente isso são grandes vantagens. Os plugins podem ampliar exponencialmente a capacidade de um site ou blog. Ter acesso a plugins grátis ou freemium da versão dot org do WP, é ter a capacidade para alterar a estrutura, modificar o WordPress, desenhar o template e o WordPress da forma que mais nos convém

porquê saber código ?

não quero dizer que seja preciso ser especialista em PHP p. ex. (que é uma linguagem já considerada de programação) para se poder trabalhar neste ou noutro CMS (Custom Management System ou PT: Sistema de Gestão de Conteúdo) como o Joomla ou o Drupal. No entanto, ter algumas noções deste código dá-nos a possibilidade de passar para outro nível no que diz respeito ao blogging.

saber por exemplo incluir uma linha de HTML no meio do PHP, dá-nos a capacidade de incluir uma foto, uma call to action, ou qualquer outro elemento em qualquer parte do template, sem estar dependente da estrutura do layout, que nos obriga a incluir código ou texto em determinadas áreas já pré-estabelecidas

não tenho de saber programar para trabalhar com o WordPress ou ser blogger

é certo que muitos bloggers especialistas das mais diversas áreas têm sucesso com os seus blogs da versão grátis do wordpress.com do blogger.com ou da Wix , só para dar alguns exemplos . Volto a insistir que não tenho de saber programar para trabalhar com o WordPress

a frequência com que escrevem os artigos, a qualidade ou o nível de conhecimentos na sua área , enfim vários tipos de competências profissionais, só por si podem rankear bem os artigos e blog no google e motores de busca. É possível conseguir muito tráfego por outras vias

há muito blogs de sucesso de autores que não são especialistas em SEO (Search Engine Optimization / PT: Optimização dos Motores de Busca) e muito menos são especialistas em programação

resumindo – mas então porquê saber código ou linguagens de programação quando usamos o WordPress ?

quando usamos este CMS em auto-instalação da versão dot org, saber trabalhar com código é extremamente útil 

por exemplo queremos usar determinado plugin, testar gratuitamente uma funcionalidade. Podemos entrar no código do próprio plugin ou do próprio WordPress. Podemos adaptar algum aspecto, por exemplo alterar cores ou tipo de letra no CSS (código para trabalhar o lado visual) do plug-in, para ficar de acordo com o design do blog 

o CSS é outra linguagem que em conjunto com o PHP e o HTML nos ajuda muito ter algumas luzes sobre ela. Em muitos casos pode ser mesmo muito útil saber código. Neste sentido, quanto mais dominarmos as várias linguagens, mais liberdade e à-vontade temos para desenvolver o nosso template ou blog 

em muitos casos saber HTML e CSS ajuda-nos a controlar o aspecto visual do site 

outros aspectos mais complexos de programação no caso do WordPress são resolvidos com o conhecimentos de PHP , JavaScript e ainda outras linguagens 

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..

Posted on 3 Comments

Como Instalar o WordPress no Mac ou no Windows através do MAMP

Como Instalar o WordPress no Mac

como instalar o WordPress no Mac ou no Windows : veja neste vídeo como instalar o WordPress no localhost através do Mamp.

como instalar o WordPress no Mac ou no Windows : o vídeo mostra como instalar o WordPress localmente através do Mamp. No entanto este programa é muito mais vasto e ser para instalar qualquer tipo de site, aplicação ou outros num servidor local

 
 

como instalar o WordPress no Mac ou no Windows

o Mamp é um dos sistemas mais simples de instalação de um servidor no PC. Basta fazer o download e seguir os passos com alguns simples cliques

no entanto é um passo muito importante para quem tem um projecto de webdesign. Poemos fazer testes localmente sem o risco de alguma coisa falhar ao estar a trabalhar on-line. Deste modo trabalhamos de uma forma segura

Bem vindos. O meu nome é João M. Lopes e sou eu basicamente quem gere este blog, embora já tenha estado aqui com alguns colaboradores. Sou mestrando em sociologia da comunicação e da cultura no ISCTE (Lisboa/Portugal). Tenho este blog para exercitar os meus conhecimentos na área. É uma forma de organizar os meus próprios conhecimentos e já agora, se isso ajudar os outros tanto melhor. E quem sabe até se se pode ganhar uns trocos com um blog, dá sempre jeito..