Metadados. 6 Dicas para Escrever um Texto Optimizado

intro – escrita e metadados

Lisboa 17 do 5 de 2007 8:00 da manhã – bom dia. Bem-vindos ao terceiro post sobre escrita Seo para blogs.  Este é o meu terceiro exercício de escrita matinal. Desta vez, no seguimento do tema dos textos anteriores (podem lê-los aqui: texto 1 e texto 2) vou falar-vos de metadados

foto de destaque by Titanwebagency from FreeImages

como estava a referir anteriormente este é o terceiro exercício de escrita matinal, ou seja – desde antes-de-ontem – o dia em que impus a mim próprio a seguinte regra: todos os dias a primeira coisa que faço assim que acordo é escrever.

nem sempre cada exercício resultará num post com boas palavras-chave, mas para já é um exercício que me traz 3 boas vantagens:

  • exercito as minhas capacidades de escrita
  • torno as minhas manhãs mais produtivas
  • aumento a frequência de postagens no blog

duas formas de escrever um post optimizado

no fundo há duas formas de escrever um artigo.

1 – por um lado podemos escolher primeiro o título e as palavras chave e só depois escrever um texto que os contenha exactamente

2 – por outro lado podemos escrever primeiro o artigo e depois no fim, ou no processo, ir escolhendo os metadados (título, descrições e palavras chave)

se optarmos pela primeira opção, podemos ter à partida uma noção mais aproximada do valor dos metadados em termos de ranking. No entanto ficamos mais limitados na forma como escrevemos

obrigatoriamente temos que usar aquelas mesmas expressões, o que nem sempre é fácil e pode acabar por dar um toque pouco natural ao estilo do texto, porque forçamos aqueles termos e palavras

como encontar palavras-chave?

sempre que começo um exercício como é natural pergunto-me: o que é que eu vou escrever hoje?

devemos ter um motivo ou assunto quando começamos. Devemos ter aquilo que na poesia se chama por mote.  O mote que também podemos ver como “deixa”, é uma espécie de âmbito ou tema por onde devemos conduzir o nosso texto

o mote é uma espécie de pré-título, de assunto

não nos devemos preocupar muito com o título no início do texto. No entanto ter um motivo ou assunto é essencial, o motivo no fundo indica-nos o caminho. Diz-nos: é por aqui, no âmbito deste assunto que deves seguir

no entanto o motivo não é a mesma coisa que o título. Não devemos escrever o título no início

escolher o título no início, é como escolher as palavras-chave também, logo no início do texto, torna a escrita mais difícil

como escolher as palavras-chave de um post

se escolhermos o título e as palavras-chave no início do texto estamos a limitar em muito o nosso raio de ação

não poderemos deixar a caneta fluir pelas idéias que vão surgindo porque temos que escrever aquelas frases especificamente determinadas no início

os metadados ou seja: títulos, palavras-chave e descrições devem ser escritos só no final, depois de naturalmente termos escrito o texto

escolhendo um mote ou motivo

o mote é eventualmente uma espécie de pré-titulo.  Claro que também nos constrange e impõe margens pelas quais não podemos passar

no entanto o motivo não nos obriga a escrever esta ou aquela palavra ou frase em particular, sobre este ou aquele assunto em particular, de uma forma rígida

se tivermos um motivo temos um caminho mais ou menos determinado. Sabemos qual é o ponto onde queremos chegar, mas no entanto podemos escolher o caminho por onde nos deslocamos

as palavras-chave vão aparecer por si próprias, no fluir do texto

é muito mais estimulante deixar as palavras aparecerem por si próprias do que obrigar-nos a escrever esta ou aquela frase, ou palavra específica

é claro que a SEO parece impôr um pouco o contrário do que estou a dizer, volto a referir que existem duas formas distintas de escrever um texto optimizado

conhecendo palavras-chave com o valor no ranking e escrevendo-as num texto, temos mais hipóteses de alcançar mais visitantes. No entanto isso pode ser um pouco anti-natural. Devemos deixar as coisas correrem mais naturalmente. Quando muito devemos escolher os metadados ao mesmo tempo que escrevemos o texto

acreditar no texto e nos metadados

no fundo é tudo uma questão de confiança

devemos acreditar e exercitar a escrita.  Começar, continuar escrevendo, acreditar que estamos a criar um post de valor no ranking. Ao mesmo tempo ir pesquisando p ex. no ubersuggest.com ou no ads.google.com

mesmo que o mote nos remeta para a palavra-chave menos valiosa do ponto de vista da SEO, pelo menos em parte temos a vantagem de explorarmos um assunto que ninguém sabe ao certo qual é o seu alcance em termos da SEO, porque ainda não o tínha-mos testado

não quer dizer que no final do texto as palavras-chave que entretanto surgiram não tenham também valor

no final do texto podemos até encontrar palavras-chave e metadados mais valiosos e dos quais não nos lembraríamos se não tivéssemos começado a escrever

ao escolher palavras-chave e títulos no início, para além de estarmos a limitar o fluir da caneta pelo texto, estamos também a limitar o universo ou o âmbito pelo qual podemos passar


1 thought on “Metadados. 6 Dicas para Escrever um Texto Optimizado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.